problemas oculares

Problemas oculares: como prevenir em crianças?

Hoje quero conversar sobre um assunto muito sério. A saúde das nossas crianças, em especial a prevenção aos problemas oculares comuns que podem se manifestar nos pequenos.

Eu vou te mostrar os meios mais eficazes que eu conheço de prevenção que eu gosto de recomendar aos pais.

Vem comigo?

Veja também:

Unhas fracas e quebradiças: o que fazer? 3 dicas infalíveis

Nós sabemos que a visão é um dos sentidos mais importantes e que problemas podem aparecer ainda na infância ou ainda mais precocemente, na gestação.

Por conta disso é fundamental que a criança seja observada quanto ao seu comportamento e hábitos.

Todos estes cuidados são essenciais para preservar a visão dos pequenos ainda durante a infância bem como na adolescência e na vida adulta.

Infelizmente nem todos os problemas mais comuns que acometem a visão das nossas crianças são passíveis de cura ou ainda de serem evitados apenas com a atenta observação dos pais ou responsáveis.

Mas ainda assim, quão mais cedo determinados quadros forem diagnosticados mais cedo igualmente podem ter o devido tratamento e isso pode aumentar sem dúvida alguma as chances de manter a qualidade de vida da criança no futuro bem como no presente preservando o seu campo óptico o quão for possível.

Pensando nisso esse post nasceu, hoje quero conversar com você sobre como fazer a prevenção quanto aos problemas oculares que podem se manifestar nos nossos filhos.

A prevenção aos problemas oculares começa na gestação

Como comentei inicialmente, a prevenção e igualmente a observação quanto aos problemas oculares das crianças começa ainda durante a gestação.

Para as gestantes se faz fundamental o acompanhamento médico para a realização do pré-natal e igualmente do neonatal.

Ambos podem ajudar na identificação de doenças que podem acabar afetando a visão do bebê como, por exemplo, citomegalovírus, sífilis congênita, rubéola, dentre outras.

Além disso, logo após o nascimento é esperado que as enfermeiras realizem a aplicação de nitrato de prata 1% no recém-nascido para evitar o desenvolvimento de conjuntivite gonocócica.

Todos estes cuidados devem ser adotados antes mesmo do bebê ser levado para casa.

Problemas oculares: como prevenir em crianças?

Teste do olhinho

O teste do pezinho acaba sendo um dos exames mais conhecidos feitos em bebês recém-nascidos, todavia o teste do olhinho também é necessária a sua realização ainda na maternidade antes da liberação do bebê.

O teste pode igualmente receber a denominação de teste do reflexo vermelho e tem como objetivo justamente avaliar o reflexo vermelho na pupila do bebê.

Qualquer indício que possa representar que o olho do bebê não apresenta esse reflexo o mesmo deve receber encaminhamento para consulta com oftalmologista pediatra uma vez que pode indicar que o bebê possui catarata congênita dentre outros quadros como glaucoma congênito.

Veja aqui porque o teste o olhinho é fundamental

Observação durante o desenvolvimento do bebê

Falamos que a observação quanto a saúde ocular da criança deve ser constante pelos pais, não é mesmo?

É preciso que os pais fiquem atentos para evitar que a criança bata objetos ou brinquedos diretamente nos olhos, ocasionando traumas.

Esse cuidado deve acabar sendo mantido até os dois anos mais ou menos.

A partir dessa idade deve ser feita a observação também quanto ao aparecimento de alguns sintomas adversos como, por exemplo, lacrimejamento excessivo e sensibilidade a luz.

Outros comportamentos também podem acabar sendo percebidos pelos pais como a criança se aproximar demais da tevê, por exemplo, para poder assistir ou ainda secreção ocular sem motivo aparente.

Se você está se perguntando porque esses sintomas podem aparecer a partir dos dois anos, vamos lá.

É comum que a partir dessa idade a criança comece a se desenvolver de maneira mais efetiva e igualmente passe a explorar o mundo a sua volta.

A partir dos dois anos de idade a visão passa a se desenvolver de maneira mais efetiva e será possível para os pais perceberem eventuais problemas precocemente.

problemas oculares

Visita ao oftalmologista para evitar problemas oculares

Independentemente da criança apresentar ou não sintomas, ou indícios de que algo não vai bem com a sua visão ela deve visitar um médico oftalmologista anualmente para o acompanhamento do campo visual.

Como você cuida da visão dos seus filhos?

Quais os cuidados que você adota no dia a dia? Conta para mim aqui em baixo.

Sending
Avaliação
0 (0 Votos)

Deixe um Comentário