unha encravada

Unha encravada: o que é, causas e como cuidar

Infelizmente, a unha encravada acaba sendo um problema muito comum. Mais comum do que gostaríamos que fosse, isso sem dúvida alguma. Além disso, pode provocar muita dor, incomodo e trazer dor de cabeça para quem está sofrendo com o seu encravamento.

Embora possa acontecer em praticamente qualquer dedo acaba sendo um quadro muito mais frequente no dedão do pé, o que acaba atrapalhando muito e dificultando ao andar e até mesmo o uso de um sapato fechado, ou no caso das mulheres o uso do salto alto.

Caso você perceba que está com a unha encrava, o tratamento deve ser feito logo no início para evitar que piore e se agrave ainda mais.

Veja aqui quando procurar o atendimento com um podólogo.

Unha encravada: vamos entender o que é

A unha encravada consiste em um quadro muito comum e se configura quando um lado das unhas acaba crescendo na pele, gerando vermelhidão, incomodo, dor e em alguns casos pode levar ao aparecimento de pus.

Pessoas com diabetes possuem mais probabilidade de desenvolverem complicações referentes ao quadro.

Unha encravada: o que é, causas e como cuidar

Causas da unha encravada

1º Sapato

Muitas pessoas atrelam o encravamento das unhas apenas ao corte errado que comentarei mais abaixo, mas o sapato, quando impróprio para os nossos pés também pode ser um fator a agravar as chances do aparecimento da unha encravada.

Isso acontece principalmente em sapatos que não se adequam perfeitamente aos pés ficando ora desconfortáveis ora apertados demais.

O que acontece aqui acaba sendo uma tensão sobre a unha que é levada para baixo e ou mais para um lado do que para o outro.

Tudo depende do sapato.

E nesse caso isso pode acabar levando ao seu encravamento.

Se você quer evitar que as suas unhas encravem por conta dos sapatos, evite sapatos demasiadamente apertados e igualmente sapatos que por algum motivo se mostram desconfortáveis nos pés.

2º Corte mal feito  

Se fossemos criar um padrão ideal de como cortar as unhas seria deixá-las o mais reta possível e tomar o máximo de cuidado para não mexer nos cantos que formariam ângulos retos naturalmente.

Quando você corta os cantos das unhas pode acabar favorecendo com que elas comecem a crescer para dentro da pele e encrave.

Prefira sempre cortar as unhas deixando-as retas e evite mexer nos cantos.

Muitas unhas acabam encravadas justamente pelo corte inadequado.

3º Cuidado para não bater os pés

Você já deve ter xingado inúmeras gerações quando bateu o dedinho na quina de algum móvel, não é mesmo?

Você sabia que acidentes envolvendo batidas nos dedos podem ser considerados um dos motivos que levam ao desenvolvimento da unha encravada?

Isso acontece porque assim como o sapato inadequado aos pés, o acidente pode forçar a unha para uma determinada direção e levar ao fechamento da pele a sua volta.

A partir de então temos um crescimento errado de ambas e tudo para a unha encravar.

Por isso, evite bater os dedos ou mesmo derrubar objetos sobre os pés.

Unha encravada: o que é, causas e como cuidar

Complicações possíveis para a unha encravada

Quando a unha encrava a primeira coisa que fazemos é cutucar. Todavia essa não é a melhor indicação. O ideal a depender do caso é ir a uma pedicure de sua confiança para que ela avalie o quadro e caso seja necessário indicar a procura por uma podólogo.

Não é indicado cutucar a unha encravada uma vez que isso pode levar a complicações.

Essa é uma indicação, mas para pessoas que possuem diabetes acaba sendo uma regra e o atendimento profissional deve ser imediatamente feito.

No caso do individuo com diabetes, mesmo essa pequena lesão pode desencadear uma infecção que pode se espalhar por todo o corpo.

Além do aparecimento de carne esponjosa.

Gostou de saber mais sobre a unha encravada?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Sending
Avaliação
0 (0 Votos)

Deixe um Comentário